Sisu: Conheça diferenças entre cursos parecidos para não errar

Confira algumas diferenças entre cursos que são semelhantes para decidir de forma consciente a melhor alternativa para você.

Postado em 18/01/2018.

Saiba que é possível se inscrever para o Sisu 2018 a partir da data de 29 de janeiro, já é possível ficar de olho na nota de corte em cada curso. Esta é a nota que irá apontar as chances de ingressar na graduação de seu interesse, mas apesar disto, como esta nota é atualizada uma vez ao dia, com uma base no número de vagas disponíveis e notas dos candidatos inscritos, é possível se mudar de opção quantas vezes for necessário, e é comum que os candidatos se interessem por cursos que não estão em suas preferências iniciais.

Conheça diferenças entre cursos parecidos para não errar

Quais as diferenças entre a área de Agronomia, Engenharia agrícola e Agronegócios?

Estes são três cursos que preparam os profissionais para a execução de diversas tarefas em uma mesma área. Enquanto que a área de Engenharia Agrícola é direcionada para a parte mecânica da agricultura como um planejamento, a criação e manutenção de máquinas, entre outras coisas. O curso de Agronomia é voltado para as etapas da agropecuária de plantio e criação dos rebanhos á comercialização de produção. Já o curso de Agronegócio é possível se cuidar da gestão e economia das cadeias agroindustriais, com vistas para o aumento de eficiência de todos os negócios relacionados.

A área de alimentos ou Ciência e Tecnologia de Alimentos e Engenharia de Alimentos? Como é o seu funcionamento?

Este profissional da área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, está preocupado em especial com a grande qualidade e o teor dos alimentos. O Engenheiro de Alimentos por sua vez, é o responsável por oferecer uma garantia a essa integridade e qualidade na indústria, bem como da seleção das matérias primas e a definição dos processos de produção, até mesmo as condições de armazenamento e de distribuição dos alimentos.

A área de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil?

Neste sentido, dois profissionais poderão trabalhar na construção das casas, prédios e principalmente edifícios comerciais bem como obras públicas. Em contrapartida, estes profissionais atuam de forma diferente, o Engenheiro por sua vez, tem habilitação para lidar com situações técnicas, entre elas cálculos estruturais ou estudos de resistência dos materiais. O arquiteto por sua vez, conta com uma formação humanizada, esta que o capacita para apresentar as melhores soluções estéticas bem como de funcionalidade dos espaços.

Enquanto que o arquiteto faz o planejamento e a utilização dos espaços, o engenheiro civil acaba por implementar um projeto. Este profissional executa todas as obras estruturais, elétricas e hidráulicas, sendo o responsável por analisar o solo, e definir o tipo de fundação e o cálculo de tamanhos de colunas, bem como de vigas e de lajes.

Existe ainda uma infinidade de cursos que são correlacionados, estes cursos são boas oportunidades no mercado, e devem ser bastante pesquisados pelos interessados para que este possa realizar a graduação conforme o seu sonho, vontade ou planejamento de carreira no mercado de trabalho, ou fora dele.